CONECTE - ME

Free Style

By  |  0 Comments

Expressão americana para rappers que improvisam. Ou tatuadores que ousam da mesma forma delirar nos braços e costas e tronco; artistas contemporâneos da epiderme. Canções ou desenhos admiro os caras. Ô! Coragem de exercer o ofício e honrar a confiança do outro. Ouvi falar pouco que a ideia dera errado. E continuo mandando as favas os corretores de texto. Escrevo quase a ode aos erros; aqueles assumidos, sinceros, que antecedem a redenção e posteriores formais desculpas. O perdão cristão  em conluio com a justiça africana; meu pai; e é cada absurdo tão desnecessário que o tempo voando vira mentira de pagão, adornada de ouro em pó e rugas…Só que dia desses choveu amigo! O que era dourado escorreu pelo ralo e acabou no Guandú ou Tietê ou qualquer rio promovido a esgoto. O tempo fez-se dono; e os rastros. As formas desbotaram e lembram o que nunca desejamos esquecer. Estariam ali porque!? E os absurdos como notícia no esquecimento… Free Style: acredito na eternidade do improviso registrado na hora… E ali, como bêbado, mentira ou historia é conversa do dia seguinte…

multidão. grupo. tribo. galera. povão. vip. pessoas. artistas. poetas. humanos. ou não. plêiade vinda diretamente do espaço sideral. eu, tu, eles, nós, somos um só. nossa intenção? remexer. eu, tu, eles, nós.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *